IMG 7792Vice-Presidente Adjunta do Millennium Challenge Corporation para a área de implementação de Compactos, Lona Stoll, reuniu-se esta manhã com os Ministros das Finanças e da Justiça. À saída do encontro a alta responsável do MCC proferiu as seguintes declarações:

“Ao atingirmos o fim deste Compacto, ficamos satisfeitos por registar o impacto do mesmo na vida do povo caboverdiano, tanto a nível do crescimento da oferta dos serviços de água e saneamento, como na garantia do acesso a esses e serviços pela população.  Relativamente ao projecto Land, é reconfortante saber que o povo de Cabo Verde tem agora direitos mais claros e pode investir nas suas propriedades.

A 10 semanas do fim do Programa, registamos um grande progresso, embora falte ainda realizar alguns marcos. Há ainda infrastruturas em fase de construção no projecto Wash e Land estamos prestes a declarar a ilha do maio «cadastrada» e ver os processos de transacção de propriedades na Ilha do Sal realizadas numa plataforma digital do governo para levar Cabo Verde a um patamar que servirá de exemplo de como se pode prestar serviços modernos aos cidadãos. “

Respondendo aos Jornalistas sobre a possibilidade de haver um terceiro Compacto, Lona Stoll certificou que o MCC está “focado em atingir os objectivos do Segundo Compacto e poder ajudar Cabo Verde a aumentar o crescimento económico. Penso que ainda demorará algum tempo antes que se considere um terceiro pacote. Nunca houve um terceiro compacto no MCC e neste momento não é algo que esteja sobre a mesa para discussão”.

A missão da Vice-Presidente termina hoje após visita à empresa Aguas de Santiago.

FaLang translation system by Faboba